45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo anuncia filmes mais votados pelo público

Durante a primeira semana de programação, a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo computa os votos do público dos filmes que participam da 45ª edição do evento. As obras que integram a Competição Novos Diretores que foram mais bem votadas serão submetidas ao Júri (veja abaixo quem são os jurados), que avaliará e escolherá os longas vencedores do Troféu Bandeira Paulista — uma criação da artista plástica Tomie Ohtake— na categoria Melhor Filme. Os jurados também podem premiar obras em outras categorias. 

Os vencedores serão anunciados no dia 03 de novembro, durante a cerimônia de encerramento da 45ª Mostra, que ocorrerá no Vale do Anhangabaú.

Na lista dos títulos mais votados,  alguns ainda podem ser vistos nos cinemas ou acessados na Mostra Play, conforme indicação a seguir:

A FELICIDADE DAS COISAS, deThais Fujinaga (Brasil) 

– disponível na Mostra Play

Exibido na seção Bright Future do Festival de Roterdã

BOB CUSPE – NÓS NÃO GOSTAMOS DE GENTE, de Cesar Cabral (Brasil)

– dia 29/10, exibição gratuita no Vão Livre do MASP

Vencedor do Prêmio Contrechamp no Festival de Cinema de Animação de Annecy.

CLARA SOLA, de Nathalie Álvarez Mesén (Suécia, Costa Rica e Bélgica)

– dia 02/11, às 18h, no Espaço Itaú Frei Caneca 3

Exibido na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes.

COLMEIA (Hive), de Blerta Basholli (Kosovo, Suíça, Macedônia do Norte, Albânia)

– dia 02/11, às 15h50, no Reserva Cultural

Vencedor do Grande Prêmio do Júri, do prêmio do público e de melhor direção na seção World Cinema – Dramatic do Festival de Sundance.

COMPARTMENT Nº 6, de Juho Kuosmanen (Finlândia, Alemanha, Estônia, Rússia)

– 29/10, às 17h20, no CineSesc

– 03/11, 19h10, no Reserva Cultural 1

Vencedor do Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes.

LARANJAS SANGRENTAS (Oranges Sanguines), de Jean-Christophe Meurisse (França)

– disponível na Mostra Play

Exibido no Festival de Cannes.

MURINA, de Antoneta Alamat Kusijanovic (Croácia, Brasil, EUA, Eslovênia)

– 31/11, às 14h, no Espaço Itaú Frei Caneca 1

– disponível na Mostra Play

Vencedor do Prêmio Camera d’Or para melhor primeiro longa-metragem no Festival de Cannes. 

OLGA, de Elie Grappe (Suíça, Ucrânia, França)

– disponível na Mostra Play

Vencedor do SACD Award para melhores novos autores na Semana da Crítica do Festival de Cannes.

ONODA – 10 MIL NOITES NA SELVA (Onoda, 10,000 Nights In The Jungle), de Arthur Harari (França, Japão, Alemanha, Bélgica, Itália, Camboja)

– 01/11, às 18h, no Reserva Cultural 1

– 03/11, 20h40, no Espaço Itaú Augusta

Exibido na seção Um Certo Olhar do Festival de Cannes.

PEGANDO A ESTRADA (Hit The Road), de Panah Panahi (Irã)

– 30/10, às 20h10, no Espaço Itaú Frei Caneca 2

– disponível na Mostra Play

Exibido na Quinzena de Realizadores do Festival de Cannes e no Festival de Londres.

PEQUENA PALESTINA, DIÁRIO DE UM CERCO (Little Palestine, Diary Of A Siege), de Abdallah Al-Khatib (Líbano, França, Catar)

– disponível na Mostra Play

Exibido no Visions du Réel e na ACID Cannes.

VOCÊ PARECE COMIGO (Tu Me Ressembles), de Dina Amer (França, Egito, EUA)

– 29/10, às 13h30, no Espaço Itaú Frei Caneca 5

– 01/11, às 16h, no Reserva Cultural 1

– 03/11, às 16h10, no Espaço Itaú Frei Caneca 1

Exibido na Jornada dos Autores do Festival de Veneza.

WHO WE ARE – A CHRONICLE OF RACISM IN AMERICA, de Emily Kunstler, Sarah Kunstler (EUA)

– 31/10, às 20h10, no Espaço Itaú Frei Caneca 1

Vencedor do Prêmio do Público no festival SXSW.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.