44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo será feita por streaming e drive-in

A 44ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo acontecerá entre 22 de outubro e 4 de novembro. Por causa da pandemia, a edição deste ano será realizada via streaming. Cada filme terá o ingresso a R$ 6 para ser assistido nesta plataforma de streaming.

A plataforma exclusiva está sendo realizada pela empresa Festival Scope/Shift72, responsável também pela plataforma dos festivais de Toronto e Tribeca e pelo mercado de Cannes.

A Mostra terá também projeções no drive-in Petra Belas Artes e títulos gratuitos disponíveis nas plataformas do Cinesesc e da Spcine. Master Class, webnares e lives com profissionais da área também estão previstos pelo evento.

A 44ª Mostra vai exibir cerca de 150 títulos dos mais diversos países. Até o momento estão confirmadas produções da Alemanha, Argentina, Bolívia, Canadá, China, EUA, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irã, Japão, Líbano, México, Noruega, Palestina, Portugal, Suiça, Síria e Turquia.

A quantidade exata e títulos dos filmes serão revelados em setembro. Até agora, só Nadando até o Mar Ficar Azul, do diretor chinês Jia ZhangKe foi confirmado na programação. O diretor assina o pôster da mostra deste ano.

Pôster

Todos os anos a Mostra Internacional de Cinema convida um artista ou cineasta para fazer o pôster do ano. Ai Weiwei, Andrei Tarkóvski, Martin Scorsese, Os Gêmeos. Esta 44ª edição terá a arte do Pôster assinada pelo cultuado diretor chinês Jia ZhangKe, que terá seu mais recente longa, Nadando até o Mar Ficar Azul, na seleção do evento. O filme foi gravado na região da cidade natal do diretor, Fnyang, que hoje é referência cultural para artistas e escritores do país. Jia ZhangKe é o Embaixador Cultural da região e há três anos criou um festival de cinema e lançou recentemente um festival literário.

Prêmio Humanidade

Todos os anos a Mostra vem fazendo homenagens a grandes nomes do cinema com o Prêmio Humanidade. Abbas Kiarostami, Elia Suleiman, Amos Gitai, Eduardo Coutinho, são alguns dos diretores que já foram premiados, mas nesta edição o prêmio será dedicado aos funcionários da Cinemateca, que desde o ano passado estão sem receber salários e sofrem com o risco que o acervo da instituição corre pelo descaso do governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *