Dia do Cinema Brasileiro: Confira as produções nacionais disponíveis no Star+

Em homenagem às primeiras imagens em movimento registradas em território nacional, oDia do Cinema Brasileiro é comemorando no dia 19 de junho. E para aqueles que amam, apoiam e valorizam as produções brasileiras, o Star+ é o lugar certo! A plataforma tem em seu portfólio diversas opções, que vão de comédia ao drama e contam com grandes nomes nacionais, como Glória Pires, Leandra Leal, Bruno Gagliasso, Alice Braga, Reinaldo Gianecchini, Wagner Moura, Lázaro Ramos, entre outros. 

Confira abaixo uma seleção de produções nacionais disponíveis no Star+:

VALE NIGHT (2022)

Um “vale night” é o sonho de consumo de todo casal com filho pequeno. E com Daiana e Vini, um casal da periferia paulista, não é diferente. Cansada de lidar com as responsabilidades do primeiro filho, Daiana (Gabriela Dias) resolve pegar um “vale night” para passar a noite com as amigas, mas, para isso, precisa deixar o filho com o pai da criança. Vini (Pedro Ottoni), também entediado, decide levar o bebê para o baile funk, onde tudo vai bem até que ele perde o menino e parte em busca da criança por toda a comunidade, se colocando em situações inusitadas e divertidas para que Daiana não perceba nada. O filme ainda conta com Linn da Quebrada, Yuri Marçal, Tia Má, Jonathan Haagensen e grandes nomes no elenco.

FÉDRO (2022)

“Fédro” trata-se de um documentário que promove o reencontro entre o ator Reynaldo Gianecchini e seu mentor, o diretor José Celso Martinez Corrêa, para a primeira leitura do texto “Fedro” de Platão, adaptado por Zé Celso. O reencontro evitado por mais de duas décadas apresenta uma verdadeira aula sobre arte, amor e vida, sendo uma experiência transformadora.

O Segundo Homem (2022)

Dirigido por Thiago Luciano, “O Segundo Homem” conta a história de Miro (Anderson di Rizzi), um bom homem, casado com Solange (Lucy Ramos) e pai de Rosa, uma menina de sete anos. Miro decide se alistar nas forças militares para proteger sua família da explosão de violência. O que ele não esperava é que essa transformação acabasse levando a guerra para dentro de casa, atingindo as pessoas que ele mais ama. Uma história impactante, baseada em fortes críticas sociais, que pode ser um retrato preciso do que teremos que enfrentar.

Veneza (2022)

O longa de Miguel Falabella conta a história de Gringa (interpretada pela espanhola Carmen Maura), uma cafetina cega e obcecada pela ideia de conhecer a famosa “cidade flutuante” e reencontrar a grande paixão de sua vida nas terras e águas italianas. Ao mesmo tempo em que lidam com seus desejos e frustrações, as prostitutas do bordel buscam alguma forma de realizar o último pedido daquela que as acolheu quando mais precisaram.

Grandes nomes como Dira Paes, Eduardo Moscovis, Carol Castro, André Mattos, Caio Manhente e Danielle Winits compõem o elenco do longa-metragem. Baseado na premiada peça teatral homônima do autor argentino Jorge Accame, “Veneza” foi adaptado pelo próprio Miguel Falabella para os palcos brasileiros no início dos anos 2000.

O Auto da Boa Mentira (2021)

Dizem que mentira tem perna curta. Se isso é verdade, a bichinha corre rápido, viu! Em quatro histórias inspiradas em contos bem-humorados de Ariano Suassuna, cada uma criada a partir de frases do poeta paraibano, conhecemos Helder (Leandro Hassum), Fabiano (Renato Góes), Pierce (Chris Mason) e Lorena (Cacá Ottoni), vivendo diferentes situações em que, ironicamente, a mentira é sempre a protagonista.

A Comédia Divina (2017)

Em crise, um programa jornalístico demite uma repórter e em seu lugar contrata Raquel (Mônica Iozzi), jornalista recém-formada e affair do âncora garanhão, Mateus (Dalton Vigh). Incomodada pela convivência com Lucas (Thiago Mendonça), um inconformado ex-namorado que trabalha na produção, ela vê sua carreira decolar graças a um furo: o Diabo (Murilo Rosa) acaba de abrir sua própria igreja na Terra.

Nise: O Coração da Loucura (2016)

Filme biográfico baseado na história de Nise da Silveira (Glória Pires), psiquiatra reconhecida mundialmente por ter revolucionado o tratamento psiquiátrico no Brasil. “Nise: O Coração da Loucura” mostra como Nise, ao voltar a trabalhar em um hospital psiquiátrico no subúrbio do Rio de Janeiro, propõe uma nova forma de tratamento aos pacientes que sofrem de esquizofrenia. Sem o apoio dos seus colegas, ela então assume o abandonado Setor de Terapia Ocupacional, onde dá início a uma nova forma de lidar com os pacientes: através do amor e da arte.

É Fada! (2016)

Após se dar mal em uma série de trabalhos, a fada tagarela e atrapalhada Geraldine (Kéfera Buchmann) recebe a missão de ajudar a jovem Júlia (Klara Castanho). A garota vive com o pai e acaba de trocar de colégio. Ela tem dificuldade de lidar com os novos colegas e não é nenhum pouco popular na escola. A fada tentará mudar isso, ajudando em sua vida social e amorosa.

Doidas e Santas (2016)

Beatriz (Maria Paula) é uma terapeuta de casais que também escreve livros sobre o tema. Pressionada com o prazo cada vez mais apertado para escrever seu novo livro, ela precisa lidar com problemas no próprio casamento com o advogado Orlando (Marcelo Faria), e ainda a filha adolescente (Luana Maia) e a mãe (Nicette Bruno), com as quais vive batendo de frente.

Entre Idas e Vindas (2016)

Afonso (Fábio Assunção) é um professor universitário separado, que vive com o filho Benedito (João Assunção). Um dia, eles resolvem fazer uma viagem juntos, mas enfrentam problemas quando o carro deles quebra. Eles são ajudados por quatro operadoras de telemarketing — Amanda (Ingrid Guimarães), Sandra (Alice Braga), Krisse (Rosanne Mulholland) e Cillie (Caroline Abras) — que também faziam uma viagem e os levam de volta a São Paulo. O que seria uma simples carona acaba se transformando em uma viagem cheia de aventuras e transformações pessoais.

Bem Casados (2015)

Solteirão convicto, Heitor (Alexandre Borges) ganha a vida comandando uma equipe que registra cerimônias de casamento e se mete em encrenca ao se tornar alvo de Penélope (Camila Morgado), que está desesperada para impedir o enlace matrimonial do amante.

O Vendedor de Passados (2015)

O que você faria se pudesse alterar erros ou lembranças dolorosas do passado? Esta é a profissão de Vicente (Lázaro Ramos): ele vende passados às pessoas, criando documentos, fotos e outros indícios necessários para reescrever a história. O filme é uma adaptação do livro de mesmo nome, escrito pelo angolano José Eduardo Agualusa.

O Lobo Atrás da Porta (2013)

O desaparecimento de uma criança faz com que seus pais, Bernardo (Milhem Cortaz) e Sylvia (Fabiula Nascimento), vão até uma delegacia. O caso fica a cargo do delegado (Juliano Cazarré), que resolve interrogá-los separadamente. Logo descobre que Bernardo mantinha uma amante, Rosa (Leandra Leal), que é levada à delegacia para averiguações. A partir de depoimentos do trio, o delegado descobre uma rede de mentiras, amor, vingança e ciúmes envolvendo o trio.

Trash: A Esperança Vem do Lixo (2014)

“Trash: A Esperança Vem do Lixo” apresenta os garotos Gardo (Eduardo Luís) e Raphael (Rickson Tevez), que vivem em um lixão no Rio de Janeiro e sempre buscam algo valioso entre os restos despejados no local todo dia. Porém, após um deles encontrar uma carteira em meio aos despejos do aterro sanitário, os garotos entram na mira do policial Frederico (Selton Mello) e do político corrupto Santos (Stephan Nercessian). A carteira em questão pertencia a José Ângelo (Wagner Moura), que deixou um código capaz de levar a uma fortuna de R$ 10 milhões.

Mato Sem Cachorro (2013)

Deco (Bruno Gagliasso) vive jogado no sofá de sua casa, apesar de ter talento musical. Um dia, ele encontra dois grandes amores: a radialista Zoé (Leandra Leal) e o cachorro Guto, que desmaia toda vez que fica muito animado. Não demora muito para o trio começar a viver junto, mas dois anos depois Zoé termina o namoro, fica com a guarda de Guto e arranja um novo namorado (Enrique Diaz). Motivos mais do que suficientes para Deco ficar revoltado e preparar uma vingança: sequestrar Guto. Para isso, ele conta com a ajuda de seu primo Leléo (Danilo Gentili).

Senna: O Brasileiro, O Herói, O Campeão (2010)

Este documentário emocionante narra a vida do lendário campeão brasileiro de automobilismo, Ayrton Senna. Abrangendo a década de sua chegada à Fórmula 1 em meados dos anos 80, o filme segue as lutas de Senna tanto na pista quanto fora dela, retratando uma figura pública dinâmica e complexa que poderia ser espiritual e implacável, ao mesmo tempo em que se tornava uma superestrela global.

Tropa de Elite (2007)

Nascimento (Wagner Moura), capitão da Tropa de Elite do Rio de Janeiro, é designado para chefiar uma das equipes que tem como missão apaziguar o Morro do Turano. Ele precisa cumprir as ordens enquanto procura por um substituto para ficar em seu lugar. Em meio a um tiroteio, Nascimento e sua equipe resgatam Neto (Caio Junqueira) e Mathias (André Ramiro), dois aspirantes a oficiais da PM. Ansiosos para entrar em ação e impressionados com a eficiência de seus salvadores, os dois se candidatam ao curso de formação da Tropa de Elite.

O Homem Que Copiava (2003)

André (Lázaro Ramos) é um operador de fotocopiadora na livraria e papelaria J. Gomide que ganha mal e mora com a mãe. Ele é apaixonado por Silvia (Leandra Leal), sua vizinha, quem ele espia toda noite de sua janela. Ele descobre que ela trabalha em uma loja de roupas e, para chamar sua atenção, tenta de todas as formas conseguir 38 reais para fazer uma compra no estabelecimento. Ele então tem a ideia de copiar uma nota de 50 reais, o que desencadeia uma série de confusões em sua vida. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.