Espíritos Obscuros aborda questões sobre abuso infantil, lendas indígenas e preservação ambiental

O mais recente filme da Searchlight PicturesEspíritos Obscuros, está em cartaz nos cinemas e aborda uma história de terror e suspense que foge do convencional. O longa gira em torno de uma cidade isolada do estado de Oregon (EUA), onde uma professora do ensino fundamental (Keri Russell) e seu irmão xerife (Jesse Plemons) se envolvem com um enigmático aluno (Jeremy T. Thomas), cujos sombrios segredos levam a encontros aterrorizantes com uma lendária criatura ancestral que aparece diante deles.

Abordando temas que vão além de espíritos sobrenaturais, confira abaixo o que o filme Espíritos Obscuros aborda:

LENDAS INDÍGENAS AMERICANAS

O Wendigo (também encontrado como “winddsgvigo” ou “wetiko”) é o espírito central do filme. Conhecido como uma criatura mitológica semelhante a um cervo e/ou espírito maligno na mitologia das tribos indígenas americanas, a lenda conta que ele vive nas florestas do norte da Nova Escócia, na costa leste do Canadá e na região dos Grandes Lagos do Canadá. O Wendigo é amplamente conhecido como uma criatura destrutiva e canibalista associada ao inverno, ao frio e à fome.

PRESERVAÇÃO AMBIENTAL

A criatura do filme é uma metáfora particularmente pungente para as turbulentas relações que os humanos possuem na atualidade com a Terra. O Wendigo traz a mensagem de que se alguém invadiu um território que não estava autorizado a invadir, ele irá consertar esta situação. É a partir dessa premissa que o pai de Lucas é possuído pelo espírito da criatura, já que ele estava utilizando uma caverna para produzir drogas.

ABUSO INFANTIL

O abuso infantil pode ser visto através da relação do jovem Lucas Weaver (Jeremy T. Thomas) com seu pai que é possuído pelo espírito do Wendigo – a criatura ancestral mitológica. Mesmo com o pai possuído, Lucas não mede esforços para cuidar dele e de seu irmão mais novo. O tema também é abordado com as memórias de Julia (Keri Russell) e com falas do seu irmão Paul. “Há, entre eles, uma história familiar sombria”, conta a atriz Keri Rusell, sugerindo o abuso que Julia e seu irmão Paul sofreram quando crianças. “Talvez como uma distração de tudo isso, ela fica intrigada, depois obcecada, por um perturbado aluno dela”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *