O Telefone Preto estreia nesta quinta (21) nos cinemas do Brasil

O Telefone Preto, aguardado thriller dirigido, coescrito e produzido por Scott Derrickson, estreia hoje, 21 de julho, nos cinemas do Brasil. O longa marca o retorno de Derrickson na direção de filmes de terror.

Para celebrar esta estreia tão aguardada, a Universal Pictures preparou algumas surpresas para os fãs brasileiros. No dia 18 de julho, aconteceu uma pré-estreia especial de O Telefone Preto com a presença de influenciadores e de páginas do gênero de terror no Cine Marquise, em São Paulo. Além disso, desde o dia 14 de julho, sessões de pré-estreias pagas estão disponíveis em cinemas das principais cidades do país.

Para deixar o público ainda mais empolgado, a Universal Pictures também compartilha algumas curiosidades sobre o filme:

1. O Porão do Sequestrador foi filmado em um set de cerca de 12 metros x 6 metros, muito maior do que parece no filme. A designer de produção Patti Podesta e Scott Derrickson conceberam o porão como um espaço metafísico e expressionista no qual o terror tem presença constante.

2. O diretor Scott Derrickson viveu em Denver quando menino, onde o filme se passa, e se inspirou nas memórias da época para grande parte da criação do design de sets e a da cenografia.

3. O telefone de parede preto, com disco, do porão do Sequestrador, desempenha um papel fundamental no filme, de ligação entre os mundos metafísico e físico. Depois de uma longa busca pelo telefone perfeito, a designer de produção Patti Podesta e sua equipe encontraram um que era particularmente imponente, e o fez ficar parecido como uma peça dos anos 1970. A produção comprou várias unidades do telefone, que foram envelhecidas para parecer desgastados pela passagem do tempo. Durante a produção, o telefone preto foi ligado ao Viking System, o que permitiu ao diretor Scott Derrickson fazê-lo tocar e falar com Mason Thames.

4. As Crianças-Fantasmas foram assassinados pelo Sequestrador de maneiras diferentes, o que se reflete na maquiagem delas. Originalmente, a maquiagem e as próprias crianças-fantasmas seriam criadas por computação gráfica, mas o diretor Scott Derrickson decidiu filmá-las na câmera e usar apenas efeitos de maquiagem.

5.  As máscaras do Sequestrador foram criadas por Tom Savini, conhecido por sua maquiagem de efeitos especiais para filmes de terror como Sexta-feira 13, Dia dos Mortos, a série Maniac e O Massacre da Serra Elétrica 2, entre muitos outros. Savini e seu parceiro Jason Baker também criaram máscaras para a banda de heavy metal Slipknot e para a World Wrestling Entertainment (WWE).

Com roteiro de Scott Derrickson e C. Robert Cargill, O Telefone Preto marca o retorno de Derrickson na direção de filmes de terror e é baseado no conto premiado de Joe Hill, best-seller do New York Times, Fantasmas do Século XX. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.