Diretores da 7ª temporada de Game of Thrones são revelados




Aqui está a primeira notícia oficial da 7ª temporada de Game of Thrones: foi divulgada a lista de diretores que participarão ano que vem na série. Há uma diferença para as temporadas anteriores: geralmente GoT escalava diretores para trabalhar em dois episódios cada um. Para o ano que vem, menos diretores trabalharão.

Alan Taylor: ganhador do Emmy por The Sopranos. Ele ajudou a criar o estilo de narrativa visual da série ao dirigir os cruciais episódios 9 e 10 da primeira temporada, em particular o que Ned Stark foi executado. Os produtores de GoT ficaram tão impressionados com seu trabalho que ele dirigiu 4 episódios da 2ª temporada, incluindo a premiere e a finale. Agora ele volta para a série pela primeira vez desde 2012.

Jeremy Podeswa: o diretor canadense que trabalha em Boardwalk Empire ganhou um Emmy ao dirigir o controverso episódio da 5ª temporada em que Sansa Stark é estuprada por Ramsay Bolton, “Unbowed, Unbent, Unbroken”. Na 6ª temporada ele dirigiu o primeiro episódio e o segundo, em que Jon Snow ressuscita.

Mark Mylod: ele já dirigiu a série 4 vezes. Na 6ª temporada foi responsável por “The Broken Man”, assim como pela sequência de perseguição de Arya em “No One”.

Matt Shakman: novato no time de diretores da série. Ele é conhecido por seu trabalho em It’s Always Sunny in Philadelphia, comédia amada pelos criadores de GoT. Shakman também já dirigiu episódios de Mad Men, The Good Wife e Fargo.

E há mais. Miguel Sapochnik, responsável pelos dois melhores episódios da 6ª temporada, “Battle of the Bastards” e “The Winds of Winter”, os dois últimos, também retornará. Também retornará David Nutter, responsável pelo Casamento Vermelho e pela finale da 5ª temporada, “Mother’s Mercy” – ele ganhou um Emmy por dirigir esse episódio. Mas será que eles dois voltarão apenas para a oitava e última temporada, já que a sétima será mais curta do que o normal?

Os criadores David Benioff e DB Weiss contaram em entrevista ao Entertainment Weekly que o final da 6ª temporada, especialmente a chegada de Daenerys em Westeros, representa o início do fim da série. “Uma vez que ela sai nos navios e cruza o Oeste é quando os ponteiros do relógio começam a contar o final do jogo. A pergunta tem sido: quando ela vai voltar pelo Mar Estreito? Quando ela voltará para sua terra natal? Foi uma longa jornada para ela, e tem sido algo imperativo para as pessoas assistirem. Você sabe que ela não está indo lá passar suas férias na praia”, contou Weiss. “Férias na praia são melhores em Essos”, completou Benioff, brincando.

Outra curiosidade dos bastidores para a próxima temporada: os criadores darão boas-vindas novamente para a figurinista Michele Clapton. A vencedora do Emmy cuidou desse departamento da série durante suas cinco primeiras temporadas, mas se afastou durante boa parte da sexta temporada. Ela retornou nos dois últimos episódios da temporada – como não notar aquele vestido de batalha-funeral de Cersei Lannister, por exemplo?

“Ficamos muito satisfeitos de ter Michelle de volta para os episódios 9 e 10, e para a sétima temporada e além. Desde o início, seu trabalho inovador tem sido central para a aparência ad série. Os trajes de Cersei no final da sexta temporada são os melhores que já tivemos e mal podemos esperar para ver como a talentosa Michele virá ano que vem”, divulgaram Weiss e Benioff em comunicado oficial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.