Muito sombrio? Showrunner de The Leftovers fala sobre o tema

Em recente entrevista à revista VarietyDamon Lindelof, showrunner de The Leftovers, falou o que ele acha de adicionar temas “muito sombrios” na série. Enquanto a primeira temporada agradou porém nem tanto, por tratar do desaparecimento dos 2% da população com doses fortes de desespero, a segunda temporada da série tem sido unanimidade em elogios de público e crítica.



Sobre a batalha do desespero e esperança numa série de TV, Lindelof falou: “Ninguém quer o sombrio sem salvação. Tem que existir leveza e humor – uma faísca de esperança – senão o público desliga se a séria ficar sombria demais. Essa foi uma lição que tiramos da primeira temporada. Eu acho que os temas na segunda temporada são tão sombrios quanto, mas se você for fundo nesse desespero, o público norte-americano vai rejeitar no mesmo instante”.

Damon admite que o público de hoje está mais educado na questão de roteiros e dramaturgia, e que aprecia profundidade numa série. Ele aponta, no entanto, que o que as pessoas ainda querem ver é um drama em que os personagens tenham a chance de redenção, de se salvar, caso contrário o produto é entendido como algo meramente depressivo.

Mesmo assim, The Leftovers não tem uma enormidade de fãs, o que faz da série um produto um tanto de nicho no panorama atual. A HBO renovou uma terceira temporada, que também será a última. A terceira temporada vai se passar na Austrália, mas ainda se sabe muito pouco da trama destes últimos episódios.

– Leia todas as nossas críticas dos episódios da segunda temporada de The Leftovers

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.