[Crítica] Scream Queens: 1×10 – Thanksgiving

Após o episódio “Thanksgiving”, só faltam mais três para a primeira temporada de Scream Queens terminar! E dois dias, pois os dois últimos episódios, “Dorkus” e “The Final Girl(s)” serão exibidos no dia 8 de dezembro.

Nesse episódio, tivemos personagem morrendo (claro), outra voltando dos “mortos”, participações especiais e ótimas cenas das Kappas e convidados na casa. O episódio dessa semana conseguiu manter a qualidade da semana passada.
O acontecimento mais chocante do episódio foi: Gigi (Nasim Pedrad). Eu realmente não imaginava que ela ia morrer, pelo menos não agora. E para deixar ainda mais chocante, a Red Devil literalmente serviu a cabeça de Gigi no lugar do peru de Ação de Graças na casa Kappa, assustando todo mundo.
No Thanksgiving da família Radwell, tivemos ótimas cenas com a família de Chad (Glen Powell) desprezando Chanel (Emma Roberts). Do nada, outro acontecimento nada esperado: Hester (Lea Michele) reapareceu!

Como já virou rotina, após Chanel empurrar Hester da escada e colocá-la no frigorífico, o corpo sumiu. E Hester reapareceu com seu colar cervical no jantar dos Radwells, contando para todos que está “grávida”.

A noite da família ainda teve um momento de Chanel e Hester x Radwells jogando “Imagem e Ação”. O jogo, claro, foi apenas uma desculpa para insultar as meninas. Até que Chanel terminou tudo com Chad. E ele disse que ela fala isso com frequência. E é verdade. Já que ela saiu revoltada, mas adorou quando ele apareceu na casa Kappa para comer peru com todo mundo. Nesse meio tempo, Chanel pediu desculpas a Hester por tudo e as duas se uniram. Será?

Na casa Kappa, acontecia o Thanksgiving dos “órfãos”, com Dean Munsch (Jamie Lee Curtis), Grace (Skyler Samuels), Zayday (Keke Palmer), Chanel #3 (Billie Lourd) e Chanel #5 (Abigail Breslin). Falando em Chanel #5, podemos conhecer rapidamente sua família e vê-la concluindo que sua verdadeira família são as Chanels. Por isso, ela resolve passar o dia de Ação de Graças com elas.

O pai de Grace, Wes (Oliver Hudson), está sozinho em casa, já que Gigi não aparece e não dá notícias, e acaba indo para a casa Kappa também. Com esses personagens, começa um ótimo jogo: cada um dele falar quem acha que é o assassino e dar os seus motivos. Uma das melhores partes foi Wes dizendo que após pensar muito concluiu que a assassina é Grace, sua filha (!).

No meio disso tudo, de um acusando o outro, Pete (Diego Boneta) aparece. Milênios que ele não aparecia, não é? Ele reaparece e diz que o assassino é Wes. Ao dar todos os motivos que fizeram ele acreditar isso, ele acaba descobrindo que, na verdade, Wes é o pai dos bebês da banheira, portanto pai dos assassinos, Boone e a outra, ainda misteriosa.
Após Chanel e Hester chegarem, e Chad um pouco depois, finalmente o peru fica pronto. E em vez do peru, está a cabeça de Gigi. Chocante! hahahha E assim termina o episódio. Mal podemos esperar o próximo!

Boone e Gigi já morreram. Quem você acha que é a assassina, que ainda está à solta e matando por aí? Semana que vem, “Black Friday”!
Nota: 4.5/5

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.