Ryan Murphy conta o que ele mais lamenta sobre Glee

Quando Glee estreou na Fox em 2009, a série foi um fenômeno. No seu auge, chegou a alcançar 10 milhões de espectadores a cada semana e foi um dos programas de maior audiência do canal. Mas Ryan Murphy, criador, escritor e produtor da série, diz que as coisas nem sempre foram tão fenomenais nos bastidores.


Na verdade, alguns dos jovens que ele estava dirigindo na série estavam lidando com muitos problemas pessoais, como Cory Monteith. Em uma recente entrevista, Ryan Murphy contou o que ele mais lamenta sobre a sua época em Glee.

“Eu estava lá durante todo o dia com eles, e então nós terminávamos de trabalhar e saíamos e nos divertíamos a noite inteira, e eu acho que de uma maneira esquisita eu estava tentando reviver a infância que eu nunca tive. Então eu pensei que eles queriam um pai, e eles não queriam”, disse Ryan.

E ele continuou: “Eles não queriam que eu falasse para eles o que fazer. Eles não queriam que eu falasse como tratar uns aos outros ou como o mundo era na realidade. Eu gostaria de voltar atrás e fazer isso de maneira diferente com muitos daqueles atores. Alguns deles eu ainda sou muito próximo: Lea Michele, Chord Overstreet, Darren Criss. Mas com alguns não funcionou bem, e me arrependo disso. Eu acho que gostaria de deixá-los descobrir tudo sozinhos”.

Havia muito drama nos bastidores de Glee. O abuso de drogas de Cory Monteith e sua posterior morte teve efeito grande na maioria do elenco, isso sem contar a série em si. Isso poderia ser uma coisa enorme por si só, mas outra notícia tomou a imprensa, incluindo o drama entre Lea Michele e Naya Rivera, que levou Naya a ser demitida da série.

Claramente houve muito drama por trás das câmeras, e isso faz com que Ryan não sinta que lidou bem com esses jovens adultos na época. Ao longo de seu perfil com o The Hollywood Reporter, ele disse que sua experiência com Glee ainda o afeta atualmente. “Até hoje, eu estou devastado por tudo o que aconteceu com essa série”, disse ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.