Cinco personagens dos livros que George RR Martin gostaria que estivessem em Game of Thrones

George RR Martin disse: “Meus livros têm um elenco de milhares de pessoas, então por razões práticas eles tiveram que cortar ou combinar vários personagens em um só”, disse ele. Em outras palavras, ele entende que a HBO tem que deixar muitos de seus personagens dos livros de fora. GoT já tem um dos maiores elencos da TV. Mas mesmo assim foi necessário deixar alguns de fora.


Por isso, é natural que George RR Martin tenha algumas preferências e exista alguns personagens que ele gostaria que estivessem na série, mas que não estão. “Belwas, o Forte, que fez parte da comitiva de Dany,” disse ele. “Eu entendo por que ele foi cortado, mas eu meio que sinto falta dele.” Nos livros, o guerreiro se junta a Dany em Qarth. Elementos da história de Belwas foram combinados no personagem de Daario, que é sem dúvida mais essencial para a jornada de Dany.

Outra personagem que Martin sente falta é a jovem amiga de Sansa, Jeyne Poole, que acompanha a família Stark para Porto Real e mais tarde se casa com Ramsay Bolton. “Ela é uma personagem menor no primeiro livro, em seguida desaparece e, em seguida, boom, lá está ela no quinto livro de maneira significativa,” diz Martin. O enredo do casamento de Jeyne com Ramsay foi dado a Sansa, movimento que causou controvérsia entre os fãs dos livros.

“E na família Lyrell, Loras não é o filho mais velho nos livros,” ressalta Martin. “Há dois irmãos mais velhos, Willas e Garlan. Eles têm um papel a desempenhar nos últimos dois livros, e eles não existem na série. Eu disse disse desde o início que gostaria que nós tivéssemos mais horas, mas os criadores David Benioff e Dan Weiss trabalham 24 horas, todos os dias da semana, 12 meses por ano.”

E, claro, há uma personagem cuja a ausência tem recebido mais atenção na internet: Lady Stoneheart (Senhora Coração de Pedra).

[SPOILER DO LIVRO] Lady Stoneheart é o espírito vingativo de Catelyn Stark ressuscitado. Enquanto os criadores da série têm permanecido em silêncio sobre o assunto, o diretor Alex Graves descartou a ideia. Os fãs acreditam que ela representa uma doce vingança para os Starks, mas outros acreditam que ela prejudicaria a série, já que morte geralmente significa morte para personagens principais e a Lady Stoneheart não tem muito impacto na ação dos livros (até agora, pelo menos).

“Lady Stoneheart tem um papel nos livros,” diz Martin. “Se é suficiente ou suficientemente interessante… eu acho que é, ou não teria a colocado na história. Uma das coisas que eu queria mostrar é como a morte que ela sofreu a mudou.”

E continua: “Eu já falei sobre Gandalf [em O Senhor dos Anéis], e como o impacto de sua morte foi enorme. Quando eu era um garoto de 12 anos de idade e estava lendo A Sociedade do Anel e ele vai para o abismo… pensei ‘Put* merd*! J.R.R. Tolkien matou o feiticeiro! Esse é o cara que sabia de tudo. Como eles irão destruir o anel sem ele?’ E agora as ‘crianças’ têm que crescer porque seu ‘pai’ está morto. Se Galdalf poderia morrer, qualquer um poderia. E, em seguida, apenas alguns capítulos depois, Boromit vai abaixo. Essas duas mortes criaram uma coisa em mim de que ‘qualquer um poderia morrer’. (…) Mas então, é claro, ele traz Gandalf de volta. Ele é um pouco estranho no começo, mas depois ele é basicamente o mesmo velho Gandalf. Eu gostei do impacto que tivemos por ele ter ido embora.”

E conclui: “Lady Stoneheart não é Cateyln. Tentei fazer isso com Beric Dondarrion e suas repetidas ressurreições. Há uma breve aparição de Beric no primeiro livro e ele vai para a cidade. E esse não é o homem que encontramos mais tarde.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.