Acadêmicos do Baixo Augusta inaugura empena com imagem de Elza Soares no Dia Internacional da Mulher

O público que passar pela Rua da Consolação poderá enxergar uma grande imagem da cantora Elza Soares com os dizeres: “Deus é Mulher” e “Viva a Resistência”.

A empena, que fica na parede do número 1681, está em processo de finalização, e já pode ser considerada o maior lambe-lambe da América Latina. A concepção da obra e a foto, produzidas pelo fotógrafo Frâncio de Holanda, um dos fundadores do Baixo, foram feitos na casa da cantora, no Rio de Janeiro, especialmente para o desfile. A empena, que possui 870 metros quadrados será inaugurada em 08 de março, Dia Internacional da Mulher.

A obra é o legado que o Acadêmicos Baixo Augusta deixará para a cidade em 2020. Todos os anos, o bloco presenteia São Paulo com empenas de artistas como Speto, Rita Wainer e o coletivo Tupys já deixaram sua marca.

Elza Soares, que é símbolo da música popular brasileira e também da resistência do samba, foi a grande homenageada durante o desfile da agremiação que ocorreu no dia 16 de fevereiro e reuniu 1 milhão de pessoas. Durante o cortejo a cantora surgiu na sacada de um prédio na Rua da Consolação e foi recebida sob aplausos e gritos eufóricos. “Deus é Mulher” e “A Carne” estavam entre alguns dos hits apresentados no pocket show da musa do samba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *