Traficante que vendeu drogas a Demi Lovato já havia sido preso

Demi Lovato sofreu overdose em julho. Agora, a cantora está internada, enquanto a polícia de Los Angeles investiga o caso. Nesta quarta-feira (15), foi divulgado o traficante que levou a droga para a cantora.




O traficante Brandon Johnson, conhecido na região de Los Angeles e pelos policiais da cidade, foi o responsável por levar a droga para a cantora. As informações foram divulgadas pelo TMZ. De acordo com o site, a cantora teria mandado mensagem para Brandon Johnson no dia que sofreu overdose. Na mensagem, ela pedia o analgésico Oxicodona, duas vezes superior a morfina, misturado com fentanil, medicação para dor.

Fontes contaram que Demi estava numa festa em Hollywood após comemorar seu aniversário num restaurante. Após a mensagem que ela enviou ao traficante, ele foi até a casa da cantora com oxicodona. De acordo com o tabloide, Demi não sabia que o traficante comprava drogas alteradas no México. E a mistura com fentanil, droga que matou Prince e Lil Peep, potencializa o efeito da oxicodona.

Em março, o traficante foi preso com armas, uma arma semi-automática e US$ 10 mil em dinheiro. Segundo o TMZ, Johnson e Lovato se conheceram em abril e ele era sua “fonte” de drogas. Johnson teria contado para amigos que vivia um relacionamento amoroso com a cantora e nega ser traficante de drogas. Ele é acusado de ir embora da casa da cantora após percebê-la com dificuldade de respirar.

Na última terça-feira (14), o TMZ confirmou que Demi sofreu overdose de oxicodona, provavelmente misturada com fentanil. Atualmente ela está em tratamento em Chicago e depois irá para clínica de reabilitação, onde ficará durante alguns meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *