Rei da Noite é a maior ameaça de Game of Thrones: aqui está o motivo




A maior ameaça de Game of Thrones é alguém que nem todos da série sabem que existe. No final do oitavo episódio da quinta temporada, Hardhome, o Rei da Noite – o líder dos Caminhantes Brancos que pode reviver os mortos e transformar bebês humanos em sua espécie – mostrou quão perigoso é.

Se você ainda não viu o episódio de domingo (31), 5×08 – Hardhome

Depois de Jon Snow, homens da Patrulha da Noite e os Selvagens perderem aliados para um massivo ataque dos Caminhantes Brancos, eles escapam em um barco no Mar Tremente. Rei da Noite ressuscita todos os mortos, enquanto eles assistem, deixando o seu grande exército ainda maior e ainda mais aterrorizante para todos que estavam olhando, tanto na série quanto a gente em casa.

Praticamente todos os líderes de Westeros, com exceção de Jon e Stannis Baratheon subestima o exército dos mortos. Como Sam disse a Olly no início do episódio, os Caminhantes Brancos querem matar todos os seres vivos em Westeros. Isso significa que todos em Westeros deveriam estar trabalhando duro para defender suas vidas contra aquelas criaturas, em vez de ficar lutando entre si.

Desde a primeira cena da primeira temporada, os telespectadores de Game of Thrones já sabem que os Caminhantes Brancos são algo grande. Agora, depois de quase cinco temporadas inteiras, os fãs oficialmente conheceram o líder das criaturas: Rei da Noite. Embora ele apareça pela primeira vez no quarto episódio da quarta temporada quando tornou um bebê recém-nascido em Caminhante Branco, apenas em Hardhome confirmamos que ele é quem está no comando de tudo.

Nos livros de George RR Martin, Rei da Noite nunca é explicitamente apontado como o chefe dos Caminhantes Brancos. Em vez disso, ele é uma figura um tanto mítica que oficialmente era o 13º Senhor Comandante da Patrulha da Noite, na época em que a Muralha foi concluída. Também é dito que ele já se apaixonou e fez coisas muito terríveis durante o seu reinado, até que finalmente foi derrubado.

Ainda não está claro se essa versão se aplica ao Rei da Noite da série, mas de qualquer forma ele é um homem a ser temido. Ele também parece ter aceitado que Jon Snow é o líder de seus inimigos, como podemos ver no final do episódio um reconhecimento de poder entre eles. E a razão para que nenhuma música tenha sido tocada no final do episódio? Bom, todos nós estávamos gelados até os ossos com as implicações que o crescente exército de Caminhantes Brancos podem ter…

Todo fã de Game of Thrones durante o episódio:

Se fazer com que Dany chegue a Westeros é coisa para matar o jogo, então o mesmo vale para a guerra entre o povo de Westeros e os Caminhantes Brancos. A HBO ainda não anunciou oficialmente quando Game of Thrones irá acabar, mas acredita-se que a série vá acabar na 7ª ou 8ª temporada, o que significa que o fim do jogo está cada vez mais perto. Nesse momento da história, é importante que a série estabeleça quão grande é a ameaça do Rei da Noite e seu exército.

É improvável que o Rei da Noite apareça de novo na quinta temporada. E com base na promo do episódio 9, a maior luta de Jon será convencer a Patrulha da Noite sobre a ameaça que são os Caminhantes Brancos. Como todos em Westeros, eles estão preocupados com um problema muito menor: os selvagens.

Mas agora que o Rei da Noite se estabeleceu como a maior ameaça da série, não podemos mais esquecê-lo. Cada batalha perdida na Muralha é uma vitória para ele, à medida que seu exército fica cada vez maior. Cada homem sacrificado pode se tornar um novo soldado em seu exército. Toda guerra entre seres humanos significa que há menos pessoas para se defender contra ele. Durante várias temporadas, escutamos que “o inverno está chegando” em Game of Thrones. Agora, finalmente vimos um pouco de como ele é.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *